Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Mensagens : 12
Data de inscrição : 10/08/2017
Ver perfil do usuário

HEGEMONIA TURCA

em Sex Ago 11, 2017 11:45 am

Se o futebol fosse movido pela paixão de seus torcedores e o ritmo de jogo fosse reflexo da pulsação das arquibancadas o futebol turco estaria no mínimo entre os cinco melhores do mundo. A paixão e fanatismo que emana dos torcedores turcos é algo único e muitas das vezes passa dos limites, mas temos que admitir, na Europa ninguém torce assim, os sinalizadores, bandeiras, rostos pintados e gritos de incentivo chegam são espetaculares e transformam o ambiente em algo intimidador.

Contudo, apesar de importante, a torcida é apenas um elemento nessa engrenagem chamada futebol, por isso essa paixão turca não atingia outros níveis. Com uma liga relativamente fraca e pouco atrativa, a Turquia não passava nem perto do destino preferido dos grandes jogadores. Mas isso tem mudado aos poucos, antes um ou outro jogador figurava pelos campos turcos, agora o número de jogadores famosos que se transferem para lá aumenta gradativamente e isso obviamente é algo muito bom no quesito atração, mas para o desenvolvimento do futebol turco isso pode ser um problema.

Até o inicio de 2015, cada clube poderia ter apenas dez estrangeiros em seu plantel, e apenas seis poderiam atuar em um jogo. Isso freava a valorização exagerada do passe dos jogadores dentro do país e fortalecia o desenvolvimento de talentos nacionais. Isso mudou em janeiro quando a federação passou a permitir até 14 jogadores estrangeiros, o que deu abertura para os clubes investirem no mercado. Nomes como Samuel Eto’o, Robin van Persie, Nani e outros chegaram e a Super Lig passou a ser observada com mais atenção.

A PROPOSTA
A intenção dessa idéia é revogar essa mudança nas regras, pelo menos no seu clube.  Além disso, a ideia é torná-la mais rígida, fechando as portas para a importação de estrangeiros limitando a apenas cinco. Fortalecer a identidade turca no clube criando uma hegemonia nacional e depois conquistar a Europa. Quem sabe até repatriar Arda Turan, capitão da seleção turca e o jogador turco mais caro da história. Talvez assumir a seleção nacional, leva-la à Copa do Mundo e superar o terceiro lugar conquistado em 2002. Enfim, a proposta é refletir a paixão das arquibancadas em títulos.


DICAS:
- Assumir qualquer clube turco;
- Manter o número máximo de 5 estrangeiros no clube a partir do fim da primeira janela de transferências da segunda temporada.

POSSÍVEIS OBJETIVOS:
- Ser campeão 3 vezes da Super Lig e 2 vezes a Türkiye Kupası (Copa da Turquia).
- Repatriar o ídolo do Galatasaray e da seleção turca, Arda Turan.
- Revelar um jogador turco com mais de 80 de overall.
- Vender um jogador revelado na base por mais de 12 milhões de euros, tornando-o o jogador turco mais caro,
- Treinar a seleção turca e superar a melhor colocação em Copas do Mundo que foi o 3º lugar em 2002.

REFERÊNCIAS:
- Obviamente as equipes mais indicadas são o Galtasaray e o Fenerbahce que são os maiores campeões nacionais. Besiktas é a terceira força do país e seria interessante administrar esse projeto nas Águias Negras. Trabzonspor e Bursaspor fecham o hall de clubes campeões turcos e também são boas pedidas.

- Há poucos treinadores turcos de destaque, mas nomes como Rüştü Reçber e Hakan Şükür seriam boas ideias. O primeiro foi goleiro da seleção turca em 2002 quando a Turquia alcançou seu melhor desempenho. O segundo é o maior artilheiro da seleção nacional e um dos maiores goleadores do campeonato turco de todos os tempos. [/spoiler]









Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum