Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Admin
Mensagens : 69
Data de inscrição : 10/11/2016
Ver perfil do usuáriohttp://testeproallmanagers.forumeiros.com

[DICAS] REALIDADE NO TÓPICO

em Ter Jul 18, 2017 2:23 pm

Você já imaginou o Cristiano Ronaldo jogando pelo Vasco? Bom, se você é vascaíno adoraria ver isso acontecer, mas sabe bem que isso seria praticamente impossível. Mas no mundo dos games conseguimos fazer isso, mas será que é valido? Será que isso ficaria legal? Vamos ver.

É sabido que volta e meia acontecem umas negociações pra lá de mirabolantes no futebol como Seedorf no Botafogo, Balotelli no Nice e agora Keisuke Honda no Pachuca do México. Contudo, esses casos são exceções, pontuais e extremamente incomuns já que fatores como valores, visibilidade e desejo dos jogadores interferem muito.

Como foi dito, na realidade virtual podemos fazer coisas que não acontecem na vida real. Apesar de evoluírem absurdamente, os games ainda caminham à margem do realismo e nos permitem realizar façanhas utópicas e surreais. Mas não é por isso que vamos "avacalhar" nossa saga e fazer dela um mundo de fantasias no melhor estilo Bambuluá.


Aqui na PAM a grande maioria preza pelo realismo, ou seja, fazer uma saga o mais próximo do real, sobretudo no quesito contratações. Em games como FIFA e Football Manager, a parte financeira tem sido aperfeiçoada cada vez mais, portanto, naturalmente é difícil fazer contratações irreais. Mas digamos que você tenha condições de levar o Mezut Ozil para o Newcastle, será que ele aceitaria sair de um time TOP 5 da Premier League pra se juntar a uma equipe que não vive o melhor momento de sua história?

É preciso ter bom senso para conduzir uma saga, pois é necessário encontrar o equilíbrio entre o que eu quero e o que os outros membros vão gostar. Não fazemos sagas sozinhos afinal, se a opinião alheia não importasse estaríamos jogando na nossa casa e não compartilharíamos nada com ninguém.

Por isso que o bom senso é um fator importantíssimo na condução de uma saga, afinal, aqui fazemos o papel de treinador/jogador e jornalista, com isso precisaríamos explicar transferências sem sentido. Mas aí entramos na segunda parte desse tópico.


Deduzindo que você já compreendeu a necessidade de se manter o bom senso e o realismo na sua saga, vamos a segunda parte desse tópico, como explicar aquela contratação irreal ou pouco comum que você acabou de fazer.

Há momentos que você já fez a contratação ou não quer deixar uma oportunidade de ouro, principalmente quando outro time tão irreal quanto o seu está prestes a fazê-lo. Não estamos aqui para limitar sua saga e sim para ajudá-lo  a se divertir, portanto vamos trabalhar a criatividade.

Usemos o utópico exemplo do Cristiano Ronaldo no Vasco. Imaginemos que você já esteja lá em 2021 com o Gigante da Colina, ganhou o Brasileirão, Libertadores e até o Mundial, recolocando o Vasco como um dos maiores times no cenário nacional e sulamericano. Aos 36 anos Ronaldo ainda está no Real Madrid, ídolo do clube mas com menos relevância já que a idade chegou (lembremos o que Raúl passou lá). Como explicar uma transferência do CR7 pra Colina?

Em primeiro lugar o fim de carreira do gajo já ajuda a justificar a sua saída do Real Madrid para um time com bem menos poder financeiro e visibilidade. Outra coisa, CR7 é português e naturalmente teria mais facilidade de se adaptar em um país que fala português. Outro aspecto real é a ligação do Vasco com Portugal, o clube poderia fazer uma loucura para aproximar-se ainda mais da comunidade lusitana trazendo um dos maiores da história em seu país. Por último há o fator lúdico, ou seja, aquele que você inventa.

Imagine que Cristiano Ronaldo tenha se envolvido com uma brasileira, sua ligação com o país aumentaria e isso seria mais um fator que o aproximaria do futebol brasileiro. Essa situação aconteceu justamente com Clarence Seedorf quando veio para o Botafogo em uma transferência vindo do Milan.

Enfim, usei vários fatores para ajudar a explicar a ida de Cristiano Ronaldo para o Vasco. Continua sendo irreal? Continua. Mas já ajuda a digerir a situação. A sua capacidade de trabalhar a ideia é que vai aos poucos dissipando essa incoerência e transforma o utópico em real.

Claro que toda essa explicação jamais se encaixaria caso fosse usada nesse momento. CR7 vive talvez o melhor momento da carreira dele e sair do Real para um clube como o Vasco não seria "aceito" de forma alguma, mas enfim, o tópico é seu não é mesmo? Mas lembre-se, aqui nós postamos e recebemos comentários. Não reclame se alguém for no seu tópico dizendo que isso é um absurdo.

Creio que deu pra entender um pouco sobre a importância de manter o realismo na saga e como explicar essas situações irreais caso você deseje seguir esse caminho. Exercite sua mente e trabalhe com outros casos. Quer um? Imagine Podolski no Flamengo, na próxima temporada. Vou dar três fatores pra você ligar Poldi ao Flamengo. Copa do Mundo. Adidas. Vissel Kobe.










Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum